Como realizar uma boa largada no triathlon?

natacao

Por Carlos Eugênio

Todo triathleta, não importa se é um bom nadador ou um mal nadador, já teve ou ainda tem problemas com a sua largada em uma prova de triathlon. Este é um tema bastante complexo e abrangente, pois existem os atletas iniciantes; os amadores, que fazem triathlon por hobby e saúde; os amadores com ambições de performance e por último os atletas de elite. Cada um desses grupos larga de uma forma diferente.

Vou dividir este tema em dois tópicos: um para os iniciantes e amadores (hobby/saúde) e outro para os atletas de performance, que falarei na próxima oportunidade.

Muitos atletas passam semanas e até meses treinando a técnica, resistência e a velocidade para, quando chegar o grande dia, estarem em sua melhor forma. Mas muitas vezes esquecem de como tudo começa: com a largada. Uma boa largada pode fazer com que você tenha uma grande prova ou uma prova péssima.

Tipos de largada – Nos triathlons, existem três tipos de largada e os triathletas devem estar preparados para todas elas. Quando a largada é na praia, os triathletas correm juntos da areia até o mar. Esta é, no Brasil, a largada mais comum.

A segunda largada mais comum no Brasil é com a linha de largada dentro da água. E a terceira, é quando a largada é dada de cima de um píer, obrigando os atletas a mergulharem.

Na largada, uma das coisas mais difíceis é achar o seu lugar. Os melhores nadadores, normalmente, sabem onde vão ficar: na frente do grupo, pois terão um ritmo mais forte do que os demais. E normalmente é onde todos acham que podem largar, até serem “atropelados” pelo grande grupo, aprendendo a não cometer mais o mesmo erro.

Se você não é um grande nadador, ou ainda está adquirindo confiança, largue mais atrás do grande grupo ou pelas laterais. Nas largadas das praias, os atletas têm um tempo maior para acharem com quem podem nadar, pois até chegar na água ele terá tempo para se posicionar em um grupo que nade em seu ritmo.

Nas provas onde a linha de largada fica dentro da água, os atletas se alinham boiando, ficando com a água acima da linha do peito e após o tiro de largada, dão algumas pernadas de peito mais fortes para saírem da inércia até entrarem no estilo livre.

E por último, as largadas de píer, quase não são vistas no Brasil, mas em outros países são bastante comuns. Os atletas ficam alinhados ombro a ombro e após o tiro de largada é feito um mergulho, que não pode ser muito fundo, pois além de perder tempo, o atleta corre risco de esbarrar em alguma coisa no fundo.

Como nos outros tipos de largada, neste caso também se faz um início bastante rápido até a primeira bóia, normalmente de 300m a 400m de distância, para depois o atleta entrar em seu ritmo normal de prova.

Como treinar a largada – Para este momento da prova, seria útil treinar junto com outras pessoas; todos largando juntos até uma determinada distância estabelecida pelo técnico, tentando simular ao máximo o que ocorre em uma competição.

Este tipo de treino pode ser feito de quatro a cinco repetições, em uma distância de 200 a 300m, preferencialmente em praias. Para quem não mora no litoral, pode usar tranqüilamente rios, lagos, represas, etc.

Uma outra forma bem eficiente de se acostumar a esse momento da prova seria colocar de quatro a seis atletas do mesmo nível em uma mesma raia de piscina. Eles fariam tiros apenas de ida. Pode ser em piscina de 25m ou de 50m. Os primeiros tiros seriam mais lentos, para irem se acostumando, até aumentar o ritmo. Sempre alternando os atletas de frente, do meio e do fundo do grupo.

Um fator importante que vem a auxiliar este trabalho de largada é a conscientização do atleta, de onde ele deve largar, sendo muito importante ele ter consciência do seu nível atual. Para os atletas mais nervosos é recomendável que larguem de cinco a 15 segundos depois do grande grupo.

O treino mental também auxilia muito nesta situação. Tente visualizar sua largada, posição no grupo, contorno de bóias, e até algo inesperado como os óculos de natação saindo do rosto e você calmamente ajustando-o e voltando para sua prova.